Rascunho Nº 3

a-little-boy-lost-1920-7
A Little Boy Lost (1920), Dorothy Lathrop.

Sinto-me incompleto, em qualquer lugar para onde vá.
Vivo(-me) sempre em busca de algo que me complete,
em tudo que ouço, em tudo que vejo.
Escrevo.
Viajo.
Fotografo.
Fotografo pessoas e lugares,
tudo que me tenha significado.

(Ah! como seria feliz se eu pudesse fotografar lembranças agora.)

Mas nada, nada disso me é suficiente, e continuo na busca incessável de me sentir inteiro.

O significa mesmo ser inteiro?
Eu não sei. Tu sabes?
Por que insisto?

Hoje me peguei pensando em um dos meus momentos mais simples e alegres.
A sorte em se viver é que podemos ter lembranças, ainda que não possamos fotografá-las.

Além de incompleto, sinto-me perdido e minha cabeça dá voltas e voltas, em giros infinitos.
E estou tonto.
Acho que vou… caí.

Estou bem.

Nós sempre nos erguemos, não é mesmo?
Sempre tentamos outra vez e outra vez… Até onde?
Até quando?

Faz parte de mim sentir tudo tão intensamente?
Respiro fundo…
e recomeço nesse vício infindável que chamamos de vida.

Continuo buscando pedaços de mim em tudo, inclusive nesse pequeno texto que agora se finda.


Lucas Lopes. 23 de outubro de 2016

Anúncios

9 comentários sobre “Rascunho Nº 3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s