Nebulosidade II

self-portrait-with-a-wrap-1492blog

Self-Portrait With A Wrap (1491-1492), Albrecht Durer.

a dor do ciclo persistente me é estonteante
esta vida ferma, perdida numa tumba
num labirinto,
do qual não conheço o mapa, a saída
a saída, onde fica?
onde há luz?

breu
em todos os lados há vultos de dedos e pedras
há um cobertor de fraqueza que pesa
que é caro retirá-lo
há uma venda de solitude que resiste
que é difícil retirá-la
onde há luz?

o tempo é um deus perverso.


Lucas Lopes. 06 de abril de 2017.

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s