Sabedoria

the-infinite-recognition-19631large
La Reconnaissance infinie (1963), Rene Magritte.

 

Cada vez mais me convenço de que a sabedoria é filha da simplicidade. E a simplicidade a encontro cotidianamente nos ônibus da cidade, nas ruas e nas praças. Ela passa travestida de gente, de voz e de alma. Passa defronte aos meus olhos como luz, passa veloz pelos meus ouvidos como melodia. Passa portando sabedoria. Dela tiro sempre lições, verdadeiras aulas que a escola não ensina. Os professores são de todas as idades e cores. Não se sabe ao certo o que carregam em seus corações, em suas mentes, ou em sua pele. Não se sabe que agonias vivem ou que situações traspassam. São grandes já por ensinarem, mesmo sem se darem conta. Os exemplos são muitos. Não seria pois capaz de transcrevê-los. Mas as aulas são públicas. É só questão de perceber a música.


Lucas Lopes. 09 de junho de 2017.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s